quinta-feira, 14 de junho de 2012

Macapá-Ap - Por Joilson Santos

Fortaleza São José de Macapá

Me considero um privilegiado por ser amapaense, da região norte, onde realmente começa Brasil. Macapá, uma cidade de gente boa e hospitaleira, veste a camisa que representa o seu povo, está em desenvolvimento um pouco tarde por motivos políticos, alheios a sociedade. Dada a imensidão de sua área maior que a de Belém, hoje seria uma das maiores das regiões norte e nordeste do país, não fosse alguns "poderosos" inibirem o seu desenvolvimento. Hoje Macapá "flutua" em um desenvolvimento muito lento, ainda, e precisa melhorar mais, sabemos disso, mas é preciso que os governantes descruzem os braços e tenham mais respeito por essa terra de gente trabalhadora que paga seus impostos para ver o futuro que ela nos proporciona... Por ser uma cidade que fica á beira de rio e á linha do equador, consideráva-se impróprio a construção de edifícios alegando-se que causariam maior aquecimento (calor) e que o sólo seria impróprio para a construção de edifícios elevados á grandes altitudes, e esse monopólio foi derrubado.  Hoje, basta dar uma volta por Macapá para nos deparar-mos com vários prédios em construção além dos que já estão prontos e com moradores em seu interior. Sendo uma cidade que fica no meio do mundo, é uma cidade que ganha um grande número de turistas nos meses de julho e dezembro, e o seu grande objetivo em cartão postal é a visita de um dos maiores pôsteres do mundo, a "Fortaleza São José de Macapá" eleita a primeira maravilha do Brasil. Um feito inédito e glorioso para nós amapaenses, motivo de muito orgulho, já na primeira eleição do gênero. Além dela, o próprio Marco Zero do Equador onde fica a linha imaginário do meio do mundo, e logo ao lado o estádio "Zerão" com a linha do meio de campo dividindo o mundo. Um lado do campo fica no Hemisfério Sul e o outro no Hemisfério Norte. Entre tantas atrações que temos para oferecer a quem vier nos fazer uma visita. Por Joilson Santos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário